Confess, Fletch (Greg Mottola, 2022)

Tributo a duas instituições perdidas, o jornalismo investigativo e a screwball comedy, e um tipo de filme que seria prazerosamente descoberto por acaso na prateleira da videolocadora, mas que hoje flutua no limbo da produção subindustrial. Mottola desempoeira um livro de mistério escrito nos anos 1970 para reconstruir a persona do jornalista investigativo fanfarrão no… Leia mais Confess, Fletch (Greg Mottola, 2022)

Tempestade Sobre Washington (Otto Preminger, 1962)

Otto Preminger perseguiu durante alguns anos os direitos para adaptar o best seller Advise and Consent, escrito por Allen Drury, finalmente transformando a adaptação em um dos pontos altos da sua fase dos “temas sérios” em meados dos anos 1960, período no qual dedicou-se a analisar o funcionamento de instituições vitais para a sociedade norte-americana… Leia mais Tempestade Sobre Washington (Otto Preminger, 1962)

Nos fotogramas da memória – Notas a partir de Ver a Vista e O Luto Impossível

“Os artistas devem desmoronar quando os tempos mudam?”  O autor da provocação é Jonas Mekas, que, no auge de 1967, escrevia sobre vibrações estranhas sentidas no ar de uma América em ruínas, ameaçada por conspirações políticas, violações de direitos e embates ideológicos. O mesmo ano de 1967, lembra Mekas, marcava o início da Era de… Leia mais Nos fotogramas da memória – Notas a partir de Ver a Vista e O Luto Impossível

As Aventuras de Robinson Crusoé (Luis Buñuel, 1954)

A adaptação de Luis Buñuel para o clássico de Daniel Defoe conserva o ponto de vista subjetivo do narrador-protagonista, mantendo o relato oral como fio condutor da narrativa – a exemplo de seu original literário -, mas o faz com absoluta sabedoria, preservando o essencial das palavras – jamais desperdiçadas – e encontrando imagens fortes… Leia mais As Aventuras de Robinson Crusoé (Luis Buñuel, 1954)